Calendário cheio vai minimizar cortes de estrangeiros no São Paulo

O São Paulo terá uma temporada cheia de jogos, e esse número pode facilitar o revezamento natural dos estrangeiros do elenco Tricolor.

A chegada de Damián Bobadilla ampliou para dez o número de atletas estrangeiros no elenco do São Paulo, três além do permitido por partida em torneios nacionais, o que inicialmente aumentaria a necessidade de cortes. Desse modo, repete-se o problema do começo desta temporada, quando o limite era ainda menor, de cinco jogadores.

Neste ano, porém, o calendário deve minimizar a necessidade de saídas. O Brasileiro não vai parar durante a Copa América, entre junho e julho, e os jogadores convocados podem perder até nove rodadas, considerando período de preparação e retorno do torneio, que será nos EUA.

Sem precisar de cortes, São Paulo admite sondar estrangeiros no mercado da bola

Calendário cheio vai minimizar cortes de estrangeiros no São Paulo
Calleri e Alan Franco estão entre os gringos do elenco são-paulino | Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

São Paulo tem pelo menos três jogadores que provavelmente estarão com suas seleções nos compromissos oficiais. O colombiano James Rodríguez, o equatoriano Arboleda e o venezuelano Ferraresi costumam figurar entre os convocados.

Esses mesmos jogadores podem ser desfalques também durante as Datas Fifa. Assim como neste ano, em 2024 o Brasileiro não vai ter partidas durante esses períodos, mas existem rodadas agendadas para o dia seguinte. Isso, de certo, torna inviável a presença de jogadores que viajaram para defender suas seleções.

A equipe Tricolor terminou a temporada de 2023 com nove grindos no plantel, mas as lesões de Ferraresi e Galoppo, que passaram praticamente todo o ano em recuperação, evitou  a necessidade de cortes.

Para 2024 ainda existe a possibilidade de pelo menos dois estrangeiros estarem de saída do São Paulo. Os volantes Jhegson Méndez e Gabriel Neves não fazem parte dos planos de Dorival Júnior e estão a disposição de interessados.

Atualmente, os dez jogadores nascidos fora do Brasil no elenco Tricolor são os zagueiros Arboleda (Equador), Alan Franco (Argentina) e Ferraresi (Venezuela), os meio campistas Méndez (Equador), Gabriel Neves (Uruguai), Michel Araújo (Uruguai), Galoppo (Argentina) e Bobadilla (Paraguai) e os atacantes Calleri (Argentina) e James Rodríguez (Colômbia).

22 anos, soteropolitana e jornalista. A paixão pela comunicação corre nas minhas veias desde sempre. Nascida e criada na terra da felicidade, o intenso amor pelo São Paulo chegou até a mim graças ao Ídolo Rogério Ceni, ainda criança, e assim seguiu pelo resto da vida. Acredito que o jornalismo e o futebol tem o poder de mudar vidas, e esse é o meu grande próposito.

Deixe seu comentário